Agradecimento, um motivador positivo

No contexto atual, muito agitado e incerto, as pessoas estão a trabalhar intensamente; e isto apenas para conseguirem manter o nível de atividade que tinham anteriormente. A pandemia fez-nos mudar a forma como fazemos negócios, e nem sempre para “mais fácil” ou mais eficiente. Estamos a compreender o “novo normal” e ainda há muito o que aprender.


Uma coisa, entretanto, permanece a mesma — as pessoas necessitam ser reconhecidas pelas suas realizações e que lhes agradeçamos publicamente. Este reconhecimento e agradecimento é um dos maiores motivadores positivos para muitas pessoas. Não precisa ser elaborado ou caro – desde que seja autêntico e merecido. Também proporciona grandes oportunidades de aprendizagem; e talvez até inspiração para outras pessoas.


Então, porque é que os líderes e os managers não fazem isso com mais frequência? Não é assim tão difícil:

  1. Diga ao colaborador exatamente o que foi feito corretamente.

  2. Diga ao colaborador por que o comportamento é importante.

  3. Faça uma pausa para um momento de celebração.

  4. Incentive o desempenho repetido.


E, no entanto, de acordo com a Harvard Business Review, 37% dos managers que responderam ao estudo admitiram que não dão reforço positivo. Concluiu-se ainda que, se um manager deseja ser visto como sendo bom a dar feedback, deve desenvolver proativamente a capacidade de elogiar e também a de criticar. Dar feedback positivo mostra aos subordinados diretos que os seus managers estão ao seu lado e que desejam que eles alcancem resultados e tenham sucesso. Quando as pessoas sabem que o manager as apoia, isso também permite que seja menos stressante e mais eficaz para os managers fazerem as críticas necessárias.


Sir Richard Branson disse: “Como líder de pessoas, você deve ser um grande ouvinte e um grande motivador. As pessoas não são diferentes das flores. Quando você rega as flores, elas florescem. Se elogiar as pessoas, elas florescerão. E este é um atributo chave de um líder”.


Os atributos de liderança mudaram ao longo dos anos, e a recente crise mundial de saúde e as circunstâncias económicas estão a exigir mais uma mudança significativa na maneira como as pessoas são vistas como líderes. Decisivo? Sim, mas também inclusivo. Firme? Definitivamente, e também corajoso. Liderar agora significa ser capaz de mostrar-se vulnerável, ouvir atentamente e mostrar bastante interesse em desenvolver as pessoas com quem trabalhamos. Os líderes de hoje necessitam conhecer-se e procurar o seu autoaperfeiçoamento. Eles necessitam dar o exemplo para os seus colaboradores. Isso é ainda mais importante agora do que nunca, pois os funcionários estão a olhar para o seu contexto de trabalho como o único lugar onde pode permanecer alguma estrutura sólida, mesmo que possam não sentir tanto controle sobre outros aspetos das suas vidas.


Autoconsciência, escuta, tomada de decisão inclusiva e desenvolvimento de outras habilidades sociais são razões frequentes pelas quais os líderes procuram coaching profissional. O coaching de liderança é um processo individualizado que desenvolve a capacidade do líder em atingir as metas organizacionais de curto e longo prazo.


Inicialmente instituído para apoiar managers de baixo desempenho, atualmente, o coaching de liderança tem como objetivo melhorar o desempenho de líderes em todos os níveis hierárquicos.


A relação de coaching implica ter conversas honestas que lidem com os desafios reais e as questões do dia a dia que surgem no local de trabalho. O processo de coaching pode dar ao líder uma nova perspetiva e foco. O coaching ajuda os líderes a implementar mudanças pessoais e organizacionais, dando-lhes apoio e mantendo-os focados em atingir os seus objetivos. Um coach é uma pessoa que é seu parceiro e está comprometido com a sua responsabilidade.


Tornar-se um líder moderno, com a ajuda de um coach, pode ajudar muito a aprender como dar feedback, e elogios em particular. Isso, por sua vez, produzirá motivação positiva para os colaboradores e, em última análise, melhores resultados para toda a empresa. O coaching profissional funciona.




Magdalena Nowicka Mook, CEO da ICF (International Coaching Federation)

4 views

CONTACTE-NOS

  • Facebook
  • LinkedIn
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Youtube ICF Portugal