Trabalhar na cultura de apreciação e valorização genuínas

Apreciação

Dito de forma simples, apreciar um colega ou um colaborador é parar e tirar um momento para se focar e se concentrar neles, e mostrar que valoriza o trabalho que eles realizam. Já está provado que dar feedback positivo aos colaboradores eleva o seu nível de comprometimento com a empresa, faz com que as pessoas gostem mais do seu trabalho, e se sintam mais motivadas. Além disso, a maior parte das pessoas que se despede de uma empresa diz que a falta de valorização e apreciação do seu trabalho é uma das principais razões.


Mas não é fácil e óbvio este acto de apreciação genuíno e autêntico. Exige alguma preparação, reflexão e a atitude certa. Há até, muitas vezes, uma grande discrepância entre a percepção de líderes e a de colaboradores: num estudo realizado recentemente, enquanto 51% dos líderes pesquisados em várias empresas achavam que estavam a reconhecer os funcionários pelo trabalho bem-feito, apenas 17% dos funcionários que trabalhavam para esses líderes se sentiam apreciados pelo supervisor. Por isso, o que é que falha?


O primeiro princípio é perceber que nem todas as pessoas sentem da mesma maneira o serem apreciadas. Cada pessoa tem uma “linguagem” específica, que quando usada comunica claramente de que está a ser apreciada. De acordo com investigação e experiência, foram identificadas 5 tipos de “linguagens” relevantes nas empresas:


Palavras de afirmação – elogios comunicados oralmente ou por escrito


Tempo de qualidade – receber atenção específica do supervisor, trabalho conjunto num projecto, haver uma certa camaradagem


Atos de serviço – Ajudar colegas ou colaboradores a solucionar problemas ou a concluir um projeto que tenha prazos apertados


Presentes tangíveis: dar um pequeno presente que reflita as preferências, hobbies ou interesses dos colegas


Toque físico apropriado - celebração espontânea de um evento positivo, como um high five quando um projeto é concluído, um soco ou empurrão amigáveis na solução de um problema ou um aperto de mão de felicitações quando algo de significativo é atingido.



Condições essenciais para que o staff se sinta verdadeiramente apreciado

Há quatro condições essenciais para que os colaboradores realmente se sintam apreciados. Os líderes empresariais deveriam concentrar-se em comunicar a sua apreciação dessa maneira para serem eficazes. E os coaches precisam de ajudar seus clientes na implementação dessas etapas. Os membros de uma equipa sentem-se valorizados quando a apreciação é comunicada:


1. Regularmente: O que significa "regularmente" varia de acordo com o ambiente de trabalho, a frequência de interação entre colegas de trabalho e a natureza do relacionamento. No entanto, implica claramente mais de uma vez por ano e não se cingir à avaliação de desempenho semestral ou anual;


2. Por meio da linguagem e das ações importantes para o destinatário: A palavra-chave é "destinatário". Muitos de nós tendem a comunicar apreço por meio das ações que nós próprios valorizamos – como elogiar verbalmente ou enviar um email. Mas, como acima mencionámos, nem todos se sentem apreciados da mesma maneira, e a probabilidade dos seus colegas serem diferentes de si no que concerne a comunicação do elogio pode ser alta;


3. De uma maneira pessoal e individualizada: O reconhecimento em grupo é um bom começo ("bom trabalho, equipa”; Os nossos índices de satisfação melhoraram no último trimestre"), mas se a apreciação não se relacionar com o que o membro da equipa fez para alcançar o objetivo, a comunicação pode falhar. Os colaboradores querem saber o que fizeram bem e o que você valoriza;


4. De uma maneira que é percebida como autêntica: Se a comunicação de apreciação não é percebida como genuína, então é indiferente fazê-la. Ações de reconhecimento podem parecer que não são autênticas quando:

· O tom de voz, postura ou expressão facial de uma pessoa parece não corresponder ao que está a dizer

· Se uma pessoa se relaciona consigo em grupo de forma diferente de como interage consigo em particular

· Quando se desconfia que existe algum objetivo específico na apreciação: será que o chefe tem um motivo escondido?


Com alguma consideração e intencionalidade, é possível criar uma cultura de valorização no local de trabalho e esse é um investimento que faz sentido nos negócios. Mas muitos líderes precisam de assistência e de um processo estruturado para aplicar os conceitos de comunicação de uma apreciação autêntica. Esse é o trabalho do coach.





Helping Your Clients Improve Employee Engagement Through Authentic Appreciation de Paul White

Disponível em https://coachfederation.org/blog/authentic-appreciation

1 view

CONTACTE-NOS

  • Facebook
  • LinkedIn
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone
  • Youtube ICF Portugal